Desempenho Funcional em Hemiparéticos Crônicos Antes e Após Programa de Exercício com Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva

Helen Meira Cavalcanti Pola, Késsia Eloy Bergmann, Jordana Souza Silva

Resumo


Objetivo: Avaliar o desempenho funcional em hemiparéticos crônicos pós Acidente Vacular Encefáli­co (AVE) antes e após programa de exercícios com Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva. Após o AVE, a fraqueza muscular e a baixa tolerância ao exercício são importantes problemas responsáveis pela redução da funcionalidade em hemiparéticos. Programas de reabilitação sugerem o treinamento ativo-resistido como um importante componente para elevar o desempenho funcional desses indivíduos. Métodos: Participaram 4 indivíduos, com média de idade de 55 anos. O delineamento foi um estudo de caso, quantitativo, com análise estatística descritiva, analítica (Teste T), e tabulação de variáveis. Resultados: As respostas observadas neste estudo após o programa de exercício mostraram elevação do desempenho nos testes VHM, TUG e TC6’ (veloci­dade) em todos ou na maior parte dos participantes. A distância percorrida no TC6’ foi ultrapassada somente pela metade dos participantes, e na velocidade de subida e descida somente um participante evoluiu. Observou-se re­dução da FC inicial e final antes e depois do TC6’ em três participantes. Quanto à percepção de esforço, não houve nenhuma diferença estatisticamente significante, p>0,05. Conclusão: Os resultados observados indicam que as técnicas de FNP podem ser aplicadas como meio de estimular independência funcional, aptidão para AVDs, re­sistência física e capacidade funcional em hemiparéticos crônicos.

Abstract: Objective: To evaluate the functional performance in chronic hemiparesis after stroke before and after exercise program with Neuromuscular Facilitation. After stroke, muscle weakness and low exercise tolerance are important problems responsible for reducing hemiparetic functionality. Rehabilitation programs suggest an active -resistance training as an important component to raise the functional performance of those individuals. Methods: There were four participants, with a mean age of 55 years. The design was a quantitative case study, with analytical (T-test) and descriptive statistical analysis, and tabulation of variables. Results: The responses observed in this study after the exercise program show increase in performance, in all or most of the participants, in the VHM (habitual gait speed), TUG, and WT6’ (6-minute walk test) (speed). The distance covered on the WT6’ was surpas­sed only by half of the participants, and only one participant increased the ascent and descent rate. We observed a reduction of initial and final respiratory rate before and after the WT6’ in three participants. As for perceived exertion, there was no statistically significant difference, p>0.05. Conclusion: The results indicate that the PNF techniques can be applied as a means of stimulating functional independence, fitness for daily life acti­vities, endurance, and functional capacity in chronic hemiparesis.



Palavras-chave


acidente vascular encefálico; facilitação neuromuscular proprioceptiva; desempenho funcional; stroke; proprioceptive neuromuscular facilitation (PNF); functional performance.

Texto completo:

PDF

Referências


Beers MH. Manual merck: Diagnóstico e Tratamento. São Paulo: Rocca; 2008.

Otto M. O laboratório e os métodos de imagem para o clinico. São Paulo: Atheneu; 2007.

Pinheiro HA. Uso da bengala padrão na reabilitação da marcha de pacientes com sequela de Acidente Vascular Cerebral. Rev Neurocienc 2011; 19(2): 358-364.

Karthikbabu1 S, Rao BK, Manikandan N, Solomon JM, Chakrapani M, Nayak A. Role of trunk rehabilitation on trunk control, balance and gait in patients with chronic stroke: a pre-post design. Neurosc Med. 2011; (2): 61-67.

Beinotti F, Fonseca CP, Silva MC, Gaspar MIFAS, Cacho EWA, Oberg TD. Treino de marcha com suporte parcial de peso em esteira ergométrica e estimulação elétrica funcional em hemiparéticos. Acta fisiatr 2007; 14(3): 159-163.

Kofotolis N, Kellis E. Effects of two 4-week proprioceptive neuromuscular facilitation programs on muscle endurance, flexibility, and functional performance in women with chronic low back pain. Phys Ther 2006; 86(7): 1001-1012.

Shepherd R, Carr J. Reabilitação neurológica: Otimizando o desempenho motor. São Paulo: Manole; 2008.

Mari N, Mitsuru M, Yasuhiro N, Noriyochi S. The effects of pnf training on the facial profile. J Oral Sci 2008; 50(1): 45-51.

Porto CC. Semiologia médica. 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2008.

Adler SS, Beckers D. Buck M. PNF Facilitação neuromuscular proprioceptivo: Um guia ilustrado. 2. ed. São Paulo: Manole, 2007.

Paula CM, Carolina SN, Luciana H, Amanda CF, Wilson MJ, João EA. Irradiação contralateral de força para a ativação do músculo tibial anterior em portadores da doença de Charcot-Marie-Tooth: efeitos de um programa de intervenção por FNP. Rev Bras Fisioter 2009; 13(5): 438-443.

Kuniyoghi SA, Tatsuya KB. Effects of proprioceptive neuromuscular facilitation on the initiation of voluntary movement and motor evoked potentials in upper limb muscles. Hum Mov Sci 2002; 21(1): 101–113.

Kabat H, Knott M. Proprioceptive Facilitation Techinics for Tretment of Paralysis. Phys Ther Rev 1953; 33: 53-64.

Teive HAG, Zonta M, Kumagai Y. Tratamento da espasticidade: Uma atualização. Arq

Neuropsiquiatr, 1998; 56(4): 852-858.

Borg G. Escalas de Borg para a Dor e o Esforço Percebido. São Paulo: Manole; 2000.

Burnetto AF, Paulin, Yamaguti WPS. Comparação entre a escala de Borg modificada e a escala de Borg modificada análogo visual aplicadas em pacientes com dispnéia. Rev Bras Fisioter 2002; 6(1):

-45.

Christina DCM F, Dirlene AR, Luci F. Teixeira-Salmela, Sylvie N. Desempenho de hemiplégicos no giro de 180 graus realizado em direção ao lado parético e não parético antes e após um programa de treinamento Rev Bras Fisioter 2009; 13(5): 451-459.

Franzola C, Kagohara NS. Correlação do perfil de deambulação e velocidade da marcha em um grupo de pacientes hemiplégicos atendidos em um centro de reabilitação. Rev Acta Fisia 2007; 14(2): 78-81.

Torriani C. Avaliação comparativa do equilíbrio dinâmico em diferentes pacientes neurológicos por meio do teste Get Up And Go2006. Rev neurocienc 2006; 14(3): 135-139.

Pires SR, Oliveira AC, Parreira VF, Brito RR. Teste de caminhada de seis minutos em diferentes faixas etárias e índices de massa corporal. Rev Bras Fisioter 2007; 11(2): 147-151.

Teixeiras-Salmela LF, Carvalho SP, Magalhães RC. Musculação e condicionamento aeróbico na performance funcional de hemiplégicos crônicos. Acta Fisiatr 2003: 10(2): 54- 60.

Teixeira-Salmela L F, Lima R C M, Lima L A O, Morais, S G, Goulart F. Assimetria e desempenho funcional em hemiplégicos crônicos antes e após programa de treinamento em academia Rev Bras Fisioter 2005; 9(2): 227-233.

Campos D, Malys, Tais S. Comparação entre duas técnicas de alongamento muscular baseadas na facilitação neuromuscular proprioceptiva: Contrair-relaxar e manter-relaxar. Rev Ter man 2006: 187-192.

Kabat H, Knott M. Proprioceptive Facilitation Techinics for Tretment of Paralysis. Phys Ther Rev 1953; 33: 53-64.

Marcucci FCE, Berteli KS, Cardoso NS. Eletromiografia de tronco em indivíduos com hemiparesia durante exercícios terapêuticos. Rev Fisioter Mov 2007; 20(2): 99-105.

Moura RMF, Lima RCM, Lage DC. Efeito do treinamento aeróbio na qualidade de vida e na capacidade funcional de indivíduos hemiparéticos crônicos. Rev Acta Fisia 2005; 12(3): 94-99.

Moura RMF, Lima RCM, Lage DC. Efeito do treinamento aeróbio na qualidade de vida e na capacidade funcional de indivíduos hemiparéticos crônicos. Rev Acta Fisia 2005; 12(3): 94-99.

Teixeira-Salmela L F, Lima R C M, Lima L A O, Morais, S G, Goulart F. Assimetria e desempenho funcional em hemiplégicos crônicos antes e após programa de treinamento em academia Rev Bras Fisioter 2005; 9(2): 227-233.

Kim Y, Kim E, Gong W. The effects of trunk stability exercises using PNF on the functional reach test and muscle activities of stroke patients. J Phys Ther Sci. 2011; 23(5): 699-702.

Moraes GFS, Nascimento RL, Glória EA. A influência do fortalecimento muscular no desempenho motor do membro superior parético de indivíduos acometidos por acidente vascular encefálico.Rev Acta Fisia 2008; 15(4): 245-248.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS PARA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA 1979 - 2017 | BR 101 KM 197 | CAIXA POSTAL 18 | CACHOEIRA - BAHIA | +55 (75) 3425 - 8000