Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • Li a lista de cheklist antes de submeter meu arquivo.
    Link do checklist: https://issuu.com/fadba/docs/2_rebrasf_-_checklist_de_submissa_o.
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço 1,5; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.
  • Li o item "Diretrizes Para Autores"

Diretrizes para Autores

Submissões

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens apresentados no checklist de submissão. Para acessá-lo clique aqui.

As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em “Comentários ao editor
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • DOI devidamente informado para cada referência citada. Em caso de inexistência do DOI, URLs deverão ser informadas, acompanhadas de data de acesso.
  • O texto está com espaçamento 1,5 e simples no resumo; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas
  • Li o item “Diretrizes Para Autores”

Diretrizes para Autores

A Revista Brasileira de Saúde Funcional assume os moldes da Uniform requirements for manuscripts submitted to biomedical journals, preconizado pelo Comitê Internacional de Diretores de Revistas Médicas, com as especificações que são detalhadas a seguir. Ver o texto completo em inglês desses Requisitos Uniformes no site do International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE), www.icmje.org, na versão atualizada de abril de 2010.

A publicação dos manuscritos é uma decisão dos editores. Todas as contribuições que suscitarem interesse editorial serão submetidas à revisão por pares.

Aspectos éticos

Segundo o Conselho Nacional de Saúde, resolução 466/12, para estudos em seres humanos, é obrigatório o envio da carta de aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa, independente do desenho de estudo adotado (observacionais, experimentais ou relatos de caso). Deve-se incluir o número do parecer da aprovação da mesma pela Comissão de Ética em Pesquisa do Hospital ou Universidade, a qual seja devidamente registrada no Conselho Nacional de Saúde.

A realização de experimentos envolvendo animais deve seguir resoluções específicas (Lei nº 11.794/08), sendo obrigatório o envio da carta de aprovação da Comissão de Ética no Uso de Animal (CEUA).

  1. Editorial/Espaço Temático

O Editorial que abre cada número da Revista Brasileira de Saúde Funcional comenta acontecimentos recentes, inovações tecnológicas, ou destaca artigos importantes publicados na própria revista. É realizado a pedido dos editores, que podem publicar uma ou várias opiniões de especialistas sobre temas de atualidade.

  1. Artigos originais

São trabalhos resultantes de pesquisa científica apresentando dados originais com relação a aspectos experimentais ou observacionais, em estudos com animais ou humanos.

Formato: O texto dos Artigos originais é dividido em Resumo (inglês e português), Introdução, Metodologia, Resultados, Discussão, Conclusão, Agradecimentos (optativo), Conflito de Interesse (condicional a natureza e/ou financiamento da pesquisa) e Referências.

Texto: A totalidade do texto, incluindo as referências e as legendas das figuras, não deve não deve ser superior a 15 páginas A4, em espaço 1,5 (excetuando-se o resumo que deve estar em espaçamento simples), fonte Times New Roman tamanho 12, com todas as formatações de texto, tais como negrito, itálico, sobre-escrito, etc.

Os depoimentos de participantes de pesquisas, com recortes das entrevistas, não devem constar entre aspas. Observar a seguinte estrutura: recuo de todo o parágrafo (1,25 cm), fonte tamanho 11, em itálico, espaçamento simples.

Os depoimentos devem ser identificadas com codificação a critério da(o)s autora(e)s, com sua identificação apresentada no final de cada uma, entre parênteses e sem itálico e separadas entre si por um espaço simples. Supressões devem ser indicadas pelo uso de reticências entre colchetes. As interpolações devem constar dentro de colchetes (NBR 10520), em fonte normal, não usar itálico.

Exemplos:

Porque eu sei que, no momento que eu fizer o transplante, eu vou ficar de um a dois anos tomando remédio sem poder tomar nada [bebida alcóolica], sem poder fazer a metade do que eu faço agora. Eu prefiro ficar na máquina, vir aqui quatro horas, três vezes por semana, sai da máquina, chego em casa e tomo uma cerveja [risos]. (P2)

Comecei a fazer os exames, mas depois uns aparelhos não estavam funcionando, tinha que arrumar um dentista [...] O tratamento é caro. Aí eu fiquei bem desanimada. Aí eu parei [....]. (P3)

As citações numéricas dos autores (Vancouver) devem ser apresentadas no texto, de forma consecutiva de acordo com a ordem em que forem sendo citadas. As Referências devem ser numeradas de acordo com a sequência em que as obras d(o)s autora(e)s foram citadas. Evitar a inclusão de número excessivo de referências na mesma citação.

A numeração das citações deve ser consecutiva, de acordo com o sistema numérico, com algarismos arábicos, sobrescritos e entre parênteses, sem menção do nome dos autores (exceto os que constituem referencial teórico). Quando forem sequenciais, indicar o primeiro e o último número separados por hífen, sem espaço entre a palavra e o número da citação e precedendo o ponto final, ex.: (1-4).

Quando intercaladas, os números deverão ser separados por vírgula, sem espaço entre eles, ex.: (1-2,4).

Nas citações não deve ser mencionado o nome dos autores, excluindo-se expressões como “segundo...”, “de acordo com ...”, entre outras.

Nas citações de autores ipsis litteris (citação direta), com até três linhas, usar aspas iniciais e finais, sem itálico e inseri-las na sequência normal do texto. Nestes casos, o número da página deverá ser informado após o número da citação e dele separado por dois pontos, ex.: (1:35).

Não devem ser utilizadas citações diretas com mais de três linhas.

Quando a citação estiver inserida no final do parágrafo ou da frase, o número que lhe corresponde deve ser colocado antes do ponto final; quando inserida ao lado de uma vírgula, deve constar antes dela. Não deve haver espaço entre o número da referência e a palavra ou pontuação que a antecede.

Não inserir citações na seção Conclusão.

Tabelas: Recomenda-se usar no máximo cinco tabelas, no formato Excel ou Word. As ilustrações e tabelas devem possuir referência às fontes.

Figuras: Máximo de cinco figuras, em formato .jpeg, .tif ou .gif, com resolução de 300 dpi.

Referências: Máximo de 30 referências.

Máximo de autores – 06 autores.

  1. Artigos de Revisão

Os artigos de revisão são habitualmente encomendados pelo Editor a autores com experiência comprovada na área. Artigos de revisão deverão abordar temas específicos com o objetivo de atualizar os menos familiarizados com assuntos, tópicos ou questões específicas na área de saúde funcional e ciência do movimento. Deverão apresentar metodologia criteriosa para seleção dos manuscritos que comporão a revisão, bem como fluxograma ilustrativo do processo (seguir orientações de www.prisma-statement.org). O Conselho Editorial avaliará a qualidade do artigo, a relevância do tema escolhido e o comprovado destaque dos autores na área específica abordada. A inadequação de qualquer um dos itens acima acarretará na recusa do artigo pelos editores, sem que o mesmo seja enviado para o processo de revisão pelos pares.

Tabelas: Recomenda-se usar no máximo cinco tabelas, no formato Excel ou Word. As ilustrações e tabelas devem possuir referência às fontes.

O artigo de revisão deve ter, no máximo, 20 (vinte) páginas e 50 (cinquenta) referências.

  1. Relatos de caso

São artigos que apresentam dados descritivos de um ou mais casos clínicos ou terapêuticos com características semelhantes. Só serão aceitos relatos de casos não usuais, ou seja, doenças raras ou evoluções não esperadas.

Formato: O texto deve ser subdividido Resumo, Introdução, Apresentação do caso, Discussão, Conclusões e Referências.

Texto: A totalidade do texto, incluindo a literatura citada e as legendas das figuras, não deve ultrapassar 15 páginas.

Figuras e Tabelas: máximo de cinco tabelas e cinco figuras. As ilustrações e tabelas devem possuir referência às fontes.

Referências: Máximo de 25 referências.

Página de identificação dos autores

Esta página deve estar à parte do artigo completo, ela contém:

  • O título do trabalho em português e inglês;
  • Identificação dos autores, com nome completo, numerados com algarismo arábico sequencial e sobrescrito;
  • Informações correspondentes a cada autor (formação e maior titulação acadêmica, cargo ocupado, nome da instituição, unidade e departamento ao qual está vinculado, cidade, estado, país e email);
  • Resumo e palavras-chave: em português e inglês, não podendo ultrapassar 250 palavras. Deve conter introdução, objetivo, método, resultados e conclusão;
  • Abaixo do respectivo resumo, os autores deverão indicar 3 a 5 palavras-chave em português e em inglês para indexação do artigo. Devem ser empregados termos indexados na lista dos DeCS (Descritores em Ciências da Saúde) da Biblioteca Virtual da Saúde, que se encontra em http://decs.bvs.br.
  • Salienta-se que a identificação dos autores não deve estar contida no artigo completo, apenas no documento de identificação dos autores. Esse processo se faz necessário para que ocorra a revisão por pares de modo cego/anônimo.
  • Esta mesma página deve estar contida no artigo completo, sendo excluídos apenas os nomes dos autores e atribuições, e mantidas as demais estruturas.

Agradecimentos

Agradecimentos a colaboradores, agências de fomento e técnicos devem ser inseridos no final do artigo, antes das Referências, em uma seção à parte. Este tópico é opcional.

Referências

As referências devem ser numeradas com algarismos arábicos, mencionadas no texto pelo número entre parênteses ( ), e relacionadas nas Referências na ordem em que aparecem no texto, seguindo as normas do International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE).

Os títulos das revistas são abreviados de acordo com a List of Journals Indexed in Index Medicus ou com a lista das revistas nacionais e latinoamericanas, disponível no site da Biblioteca Virtual de Saúde (www.bireme.br). Devem ser citados todos os autores até 6 autores. Quando mais de 6, colocar a abreviação latina et al.

Os URLs para as referências precisam ser informadas, quando possível. Deve ser utilizado o termo “Disponível em”, e apresentada a data de acesso: “Acesso em”.

Exemplos

Artigo

Anjos KK, Santos VC. Transtorno de estresse pós-traumático no contexto da COVID-19. Rev Brasil Saúde Func, 11(1), 6. Disponível em: http://www.seer-adventista.com.br/ojs3/index.php/RBSF/article/ view/1303. Acesso em: 17 out 2020.

Livro

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2011.

Capítulo de livro

Anjos KF, Santos VC, Boery RNSO, Boery EM, Vilela ABA, Rosa DOS. Articulação do núcleo de apoio à saúde da família com a atenção primária à saúde. In: Associação Brasileira de Enfermagem; Kalinowski CE, Crozeta K, Fonseca RMGS, organizadores. PROENF Programa de Atualização em Enfermagem: Atenção Primária e Saúde da Família: Ciclo 3. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2015. p. 24-68. (Sistema de Educação Continuada a Distância, v. 3).

Documentos legais (Adaptado)

Brasil. Lei n. 7.498, de 25 de junho de 1986. Dispõe sobre a regulamentação do exercício da enfermagem e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília (DF): 1986 26 jun; Seção 1:1

Brasil. Ministério da Saúde. Núcleos de apoio à saúde da família: conceitos e diretrizes. Brasília: MS; 2013.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

O documento com as novas diretrizes aos autores vigentes a partir do ano de 2020, está no link abaixo:
REBRASF - DIRETRIZES AOS AUTORES

Antes da submissão de seu manuscrito, certifique-se que ele atende a todos os requisitos contidos no checklist abaixo. O arquivo do checklist não precisa ser anexado ao portal, mas será utilizado para conferência após submissão pelos autores.

Visualizar Checklist

Artigos

Política padrão de seção

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.